Independência canina

Primeira coisa a fazer é escolher o quarto ideal para seu cão, seja um cercado, caixa de transporte, ou pode ser um cômodo na sua residência. No final do post coloco uns exemplos de quarto pet.

Ensinar o que você quer que seu cão faça quando ficar sozinho nesse local que você escolheu.

Dar escolhas para seu cão, deixar os brinquedos preferidos de roer ou aproveitar para tirar uma soneca na sua caminha e relaxar enquanto você não está.


Começando os treinos:

1) Ensinar seu cão relaxar se ficar muito excitado e agitado quando vê comida. Faça treino de relaxamento (capturar a calma) ao longo do dia sem seu cão estar no quarto pet primeiro, mas quando ver seu cão deitado e calmo, relaxando sem pensar em comida, pegue uma recompensa, use um marcador e movimentos tranquilos e entregue o reforço próximo do seu cão que estará deitado. Esse treino ajuda o cão não ficar agitado quando vê a comida ou frustrado quando você se movimento para longe (com a comida) e ele não pode ir atrás. Deixe em vários cômodos da casa potinhos com petiscos separados para esse treino. Se o cão permanecer calmo poderá sair de perto e voltar com outra recompensa, se afastando novamente. Se seu cão é muito agitado quando vê comida, use petiscos de baixo valor primeiramente. Ensine seu cão a ir para cama, ou caixa de transporte, ou quarto pet sob sinal verbal, indicando quando é para ir, e quando é para sair, tempo bem curtinho no início e aumentando gradualmente a duração do cão na caixa. Se for usar uma caixa de transporte, sugiro que faça antes o treino de cama fora da caixa e depois inclua a cama na caixa.


2) Fique com seu cão, ao lado do quarto, cerca ou caixa para ele aprender a relaxar, nesse momento marque calmamente e dê os petiscos quando ele estiver deitado e tranquilo. Fique um bom tempo com ele nessa situação. Pode também levar por exemplo a caída de transporte para próximo a você quando estiver trabalhando ou assistindo algo na televisão. Se for um filhote que fica desesperado quando você se afasta, fique do outro lado da grade sem que ele tenha acesso ao seu corpo para não interagir, e vá recompensando-o quando estiver tranquilo na caminha dele.

3) Adicionar distanciamento do quarto pet, incialmente recompense seu cão quando ele estiver relaxado ao ver seus movimentos próximos ao local onde ele está restrito. Esse exercício é ótimo para cães que ficam facilmente frustrados ou ansiosos quando estão atrás de uma barreira e não conseguem fazer o que querem. Se afaste, marca, volta e reforça (incluir distrações como se levantar do sofá, abrir um armário etc. etc. voltar e liberar seu cão Se seu cão sair do local, peça para ele retornar e diminua seus critérios de distância ou movimento. Se o seu cão começar a chorar, eu sugiro imediatamente interromper indo até o local e redirecionando, e diminuir os critérios para que ele não se desespere novamente. Ignorar até que ele pare, pode provocar sentimentos negativos em relação a situação onde ele está se sentindo “preso” ou frustrado, e associar coisas ruins com a restrição ambiental. Outro problema se ignoramos o comportamento é acabar criando cadeias de comportamento que incluem um comportamento indexado no meio, exemplo: late – ignora – calmo – reforça – late ignora – calmo - reforça

4) Associar os estímulos que predizem a situação de restrição com coisas positivas, exemplo os barulhos e movimentos da porta da caixa de transporte, ou do quarto pet

5) Incentivar seu cão a ir para o quarto, quando ele está indo tirar uma soneca, fique com ele um tempo lá ate que adormeça e saia deixando-o sozinho.

6) Ao longo do dia, deixa seu cão várias vezes por curto período sozinho, sem visão das pessoas.


>> Opções e ideias de quarto pet:






67 visualizações

48 99927 1135

©2008 por LoyAU Escola Canina.